quarta-feira, janeiro 23, 2008

Deixa-me amar-te

Glitter Graphics


Deixa-me amar-te nos meus silêncios

Na calmaria do teu coração que me acolhe

E de onde se desprendem meus sonhos

Em vôos etéreos de plena liberdade



Deixa-me amar-te na minha solidão

Ainda que os meus labirintos te confundam

E que os teus generosos fios de compreensão

Se emaranhem no tapete dos meus enigmas



Deixa-me amar-te sem qualquer explicação

Na ternura das tuas mãos que me sorriem

Escrevendo desejos em versos despidos

Na minha alva tez que te cobre e descobre



Deixa-me amar-te nos meus segredos

Para que desvendes o que também desconheço

A alma dos meus abismos, onde anoiteço

E meus olhos adormecem embalados pelo mistério



Deixa-me amar-te nas tuas demoras, longas horas

Em que o meu corpo se veste de céu à tua espera

E as minhas mãos em frenesi acendem estrelas

Para alumiar-te, ainda que ausente estejas...

11 comentários:

marco disse...

ola karla. ando um pouco desaparecido, por falta de tempo, vou tentando vir aqui aos poucos, obrigado pelo premio...a serio!

este fim de semana vou ai a tua terra passar o fim de semana, ver o meu amor!

fica bem beijus

mixtu disse...

assim... ele só tem que te amar...

num segredo

num desnudar, diferente de despir...

... vou falar com ele para lhe abrir os olhos :)

poesia...

abrazo desde 2009, onde tambem amo... a mi carmencita

CatWorld disse...

lindo mesmo...
bom fim de semana...
beijoca...

DiviniuS disse...

A LUZ QUE TE DEIXO É DA COR DA MINHA VIDA:)
Gostei de ler...

Jorge disse...

Lindo mesmo!!!

Melhor que isto, e com base no teu poema, só assim:

"Deixa-me amar-te", que eu também te deixo! hehe

Beijinhos*
Jorge

thinker bell disse...

Não evite o amor.Passe por ele,apesar de todos os seus sofrimentos.Sim,o amor faz doer,mas se você amar isso não tem importância.Na realidade,todos esses sofrimentos o fortalecem.Por vezes,o amor faz doer seriamente,terrívelmente,mas todas essas feridas são necessárias para o provocar,para o desafiar,para fazer com que você seja menos sonolento.Todas essas situações perigosas são necessárias para você ficar vigilante.

Osho - De novo!

Betty Branco Martins disse...

Querida Karla






______________cheguei!!!
agora é só_____um olÁ:)



e_________de todo coração__________




agradecer____________a visita na minha ausência


____________voltarei mais tarde
para ler e_____________comentar





beijOs com carinhO

O Profeta disse...

Os pesares dividem as marés
A idade do ouro ainda tarda
Os anos passam como gotas varridas
Por um tempo que retrata o nada


Convido-te a saborear um absinto no meu espaço
pela Taça de Fino Ouro



Mágico beijo

Paulo Fernando disse...

Depois disto, sou um completo idiota não se tocar pelo amor.

Bjos, minha querida.
Como sempre, muito bem escrito.

Daniel Aladiah disse...

Lindíssimo, Karla!
Que o amor possa ser livre para ti, porque o tens "preso" no teu coração.
Um beijo
Daniel

DE-PROPOSITO disse...

'Deixa-me amar-te'
---------------
Creio que há a liberdade de amar. No entanto, tal facto não implica que nos amem. Será um oferecer, sem receber. E nestes casos, a paixão, vai desvanecendo. Algo semelhante, a um dia de nevoeiro, em que o mesmo (o nevoeiro), acaba por dissipar-se.
Fica bem.
E a felicidade por aí.
Manuel