terça-feira, dezembro 20, 2005

Às vezes


"Deus costuma usar a solidão para nos ensinar sobre a convivência.

Às vezes, usa a raiva para que possamos compreender o infinito valor da paz.

Outras vezes usa o tédio, quando quer nos mostrar a importância da aventura e do abandono.

Deus costuma usar o silêncio para nos ensinar sobre a responsabilidade do que dizemos.

Às vezes usa o cansaço, para que possamos compreender o valor do despertar.

Outras vezes usa doença, quando quer nos mostrar a importância da saúde.

Deus costuma usar o fogo, para nos ensinar a andar sobre a água.

Às vezes, usa a terra, para que possamos compreender o valor do ar.

Outras vezes usa a morte, quando quer nos mostrar a importância da vida".

Fernando Pessoa

sábado, novembro 26, 2005

Angel...




Que bonita a imagem, não é? :)

quinta-feira, novembro 24, 2005

Vermelho



O vermelho vivo... de amor e de paixão...
É sangue, são rosas, é lume e é a raiva nos olhos da paixão roubada... Vermelhos infinitos, paixões eternas, segredos escondidos e temidos, jurados e quebrados nas carícias em chamas e nos beijos desejados...

Dias assim


Há dias em que acordamos com um sorriso nos lábios, adivinhando assim um dia perfeito... Outros há, em que acordamos com uma sensação de vazio muito grande, e por mais repleto que o dia seja, nada consegue preencher ou atenuar esse vazio... Porquê? Quantas vezes nos perguntamos?
A vida muitas vezes é madrasta (se não a maioria das vezes), e nós não conseguimos atingir o patamar de satisfação ambicionada... As responsabilidades do dia a dia pesam sobre as nossas costas, muitas vezes não restando tempo para aquilo que mais gostamos, queremos e desejamos...
E o tempo passa , imperdoável.........

sábado, novembro 12, 2005

Quando te sentires só...




Pede ao céu um pouco de silêncio
e procura conversar com a noite.
Faz de cada ilusão uma promessa,
e pensa que o que passou, passou.

Lá fora o ar pode estar pesado,
mas o desejo de seguir, lutar, amar é maior.
Liberta-te de preconceitos, e sai.

Não sintas receio de nada;
a vida é assim, tudo é um eterno recomeço...

Olha no espelho e sorri, e coloca nesse sorriso
tudo de bom que tenhas para dar,
as coisas que ouviste, viste, amaste...
afirma no teu pensamento que os teus desejos
serão sempre, de alguma maneira, realizados.

E lembra-te que em algum lugar existe
alguém que se lembra de ti, que sente saudades,
e te ama...

Lembra-te de um sonho,
de alguém que está sempre ao teu lado,
mesmo estando longe de ti,
e sente como não é difícil ser feliz...

quarta-feira, outubro 05, 2005