quinta-feira, janeiro 18, 2007

Apetece-me


Apetece-me fechar os olhos com força e não pensar em nada, descansar no silêncio e deixar-me invadir pela paz que procuro dentro de mim.

Apetece-me dormir um sono profundo…

Apetece-me fechar a caixinha que tenho dentro de mim, onde fica guardada a tristeza; fechá-la a sete chaves, selá-la para não mais voltar a sentir-me triste, com medo ou com dúvidas, não voltar a sentir-me só...

Apetece-me ir para um sítio onde possa ficar a ver o pôr-do-sol, sozinha, sem pensar em nada nem ninguém, e deixar que os últimos raios de sol me aqueçam o corpo...

Apetece-me gritar e deixar as lágrimas cair, não esperar nada e não pensar no fim, calar a voz que me enche o peito e me faz silenciar a dor, acordar e não saber como vai ser o dia, voltar a adormecer de noite, sem saber com o que vou sonhar…

Apetece-me fechar os olhos com toda a força e esquecer, esquecer quem sou, onde estou e para onde vou...enfiar a cabeça na almofada e tentar ouvir o silêncio que nunca chega!

35 comentários:

Lurdes disse...

A mim, apetece-me exactamente o mesmo!
Gosto de te ler!
Beijinhos

Anónimo disse...

É nessa angústia, tristeza e solidão que muitas vezes nos encontramos e renascemos...se te apetece, faz...e renasce :)
Um beijo

claroazul disse...

O sabor das palavras apuram o paladar. Qualquer sentimento, por muito brusco que pareça, engrandece e intensifica o prazer de encarar os dias e as noites, sempre, mas mesmo sempre, com a mesma sofreguidão com que se dá aquele primeiro grito de separação do ventre materno. Também a mim, apetece-me simplesmente apetecer que assim seja. E quem é que não "sofre" de apetites? Escrever o que se sente: maravilhosa sensação, de poder sobre nós mesmos. O prazer de nos perdermos está em sabermos que temos o mapa... Parabéns pelo que me deixaste ler, sentir, dizer.

Fernanda disse...

Seria bom... que ao acordar o Mundo fossê todo melhor!!!

Bjs

José disse...

Está muito bem conseguido este teu texto.
Também me sinto assim muitas vezes.

QUE TAL NASCERMOS DE NOVO ??

Um beijo sem fim.


José

Anónimo disse...

Pois... e o silêncio que não existe... mas que pode ser sentido, sim!
jnhs

Anónimo disse...

Que todos os raios de sol aqueçam o teu coração para que este tenha todas as forças necessárias para ultrapassar todos os obstáculos.
Bom fim de semana.
**

Anónimo disse...

E porque não? fechar os olhos e viajar no cosmos...bjito e meu rasto___________________Cõllybry

o alquimista disse...

Apetece-me dizer-te que tinha saudades tuas, que gosto muito de...ti!...Um maravilho e apaixonante fim de semana com muitas feiticeiras cores...


Doce beijo

serenidade disse...

Simplesmente maravilhoso...

Desejos de um fds repleto de paz e serenidade.

Artur Moura Queirós disse...

"The End"

Que comece um novo livro, de páginas livres, rebeldes, coloridas, reflexo de um sorriso de quem renova o poder de controlar a sua vida. A dor pode ser um bela anestesia para se ficar num estado de latência. Uma coerente desculpa para não explorar novos mundos. Não porque dói, mas porque existe medo de voltar a saborear o desconhecido...:)

Reflexos de memoria disse...

Posso ir contigo?...Prometo que fico num canto, à espera do mesmo e não te incomodo...

Anónimo disse...

Apetece tantas vezes... Vezes demais... Gostei muito do texto!
Bom domingo*

Daniel Aladiah disse...

Querida Karla
Assim pode haver a ilusão de descanso... mas não de solução para o que realmente te aflige.
Ouve o teu interior...
Um beijo
Daniel

Doces Poemas disse...

Apetece-me muitas respostas q não as encontro. Adorei seu blog, se me permitir, voltarei sempre.
Bjos

Anónimo disse...

Um bonito post o teu, boa semana.

Amaral disse...

Apetece, mas não pode ser assim!...
Conheço aquilo de que falas (ou não fosse eu alentejano, também...), mas a tristeza, o medo, as dúvidas, fazem parte da vida que estás a viver.
Se te sentes só, procura encontrar nessa solidão o "remédio" para um reencontro contigo mesma, mas numa perspectiva diferente. Tudo se torna sombrio quando fazemos de nós uma "sombra" daquilo que podemos ser! Procura "olhar" de maneira diferente! A pessoa que se deixa "abater" por alguma coisa que lhe aconteceu, está a negar a Natureza que a colocou nesta vida...
Porque, aqui, podes esquecer quem és, mas a verdade é que a tua essência Jamais pode esquecer QUEM e AQUILO que está ligado para sempre ao corpo que possuis...

Anónimo disse...

Um grito de dor...às vezes é bom ouvir o som do silêncio e os conselhos da almofada...boa semana e que o amanhã seja mais em tons mais cor-de-rosa!

zeze disse...

Olá
Apetece-me...enroscar num corpo como imagino e ficar ali...

Beijoka

**Arclight/Chronicles** disse...

kerida amiga
n tejas assim
n gosto d t ler desta maneira
ainda k tb partilhe dor doutra forma neste mar d tentações k ainda chamamos d vida!

mas n t rebaixes!
ergue a tua alma!
respira!

harmoniza a tua pessoa
o teu interior!

sente-t bem ctg própria

n t deixes ir abaixo mulher!!

uma palavra amiga daki pra ti************************

Göttlicher Teufel disse...

nunca chegará

Anónimo disse...

O silêncio de que falas é muito importante, a mim dá-me uma sensação de paz e acalma-me...

Apetece-me deixar-te uma beijoca...

nosso cantinho disse...

Sim tb ando nessa fase de me apetecer ficar só pensar... axo k todos temos dias assim bjs e bõa semanna
http://o-nosso-cantinho.blogs.sapo.pt/

Anónimo disse...

karla, que bello blog...
mis felicitaciones
prometo volver a leerte
saludos americanos

Anónimo disse...

Nunca deixe de abrir uma nova porta
Por ela podem entrar amigos inesperádos
Amores verdadeiros, aventura inesquecíveis
E não se esqueça, de manter a janela bem aberta
Ela trará a vc a esperança de um lindo
AMANHECER!

Serjones disse...

Apetece-me ler um texto como este e me identificar com ele.

mayda disse...

Eu tb me apetece ler um texto com que me identifico tanta vez e sim tb é este...parabens

Anónimo disse...

Quantas vezes nos apetece...
Gostei muito das tuas palavras, das tuas belas reflexões!

Beijinhos

Amaral disse...

Não voltaste, Karla? Porquê?
Uma alentejana sempre foi mulher de fibra!!!

Márcia disse...

E a mim apetece-me comentar o teu lindo blog...
Amiga do Jorge só poderias ter um blog tão lindo e sentido.
Tens um cantinho encantador.
Fica bem

venus disse...

gostei das tuas palavras, talvez porque nelas me reveja, talvez pq anseie a tal caixinha...
beijos

Rui @t Blog disse...

Se tu soubesses o quanto sinto esse texto e essa mesma música que até há pouco povoava o que escrevi.
Vim aqui por acaso e antes de voltar a partir, já me apetece voltar.

Rui @t Blog disse...

Há dias passaste por onde eu estava e falaste-me sobre as mesmas lágrimas que sentes.
Hoje passo aqui e estendo-te a mesma mão....vem.

Alexandre disse...

Memento mori, vivere memento - todas as horas ferem, só a última mata.

menina das sardas disse...

tb me apetece isso muitas vezes... :/